domingo, 14 de março de 2010

Os primeiros sinais

Depois do Inverno mais chuvoso de que eu tenho memória, depois de chuva, vento, cheias, derrocadas, humidade dentro de casa e erva a nascer nos sítios mais incríveis, felizmente o tempo deu uma trégua e brindou-nos com uma semana muito solarenga. E, de um dia para o outro, a Primavera começou a dar os seus primeiros sinais, as árvores já começaram a despontar, as andorinhas já passeiam alegremente pelos céus (e na minha varanda!!) e as flores já começaram a nascer.


Que saudade que eu já sentia deste renascer.


7 comentários:

Heloísa disse...

Isabel,
Como é boa a alegria que a primavera nos traz. Principalmente depois de invernos rigorosos.
Nós, em compensação, estamos nos despedindo do calor insuportável que tivemos nesse verão. Mas ainda temos dias bem quentes.
Beijos.

ameixa seca disse...

Apesar de gostar de flores, de luz e etc... este sol dá cabo de mim! Só falta a temperatura aquecer mais um bocadinho, não é? E a Safirinha como anda? :)

Dani disse...

Aqui o sol até andou, mas ainda faz muito frio - só os narcisos começam a mostrar a carinha.
Olha a Safira!
Vibrações primaveris para a tua semana!
Beijo!

Beth/Lilás disse...

Sabe o que achei muito estranho e não acontece por aqui, isto de chover tanto no inverno em Portugal!
Aqui chove muito assim e temos cheias horríveis é no verão que, graças a Deus, está indo embora também, não foi fácil este ano!
O bom da vida é isto, as novas estações e eu amo a primavera também.
bjs cariocas

fénix renascida disse...

Já sinto um cheirinho a primavera:)

Aproveito para falar de três petições que eu tenho online:

Uma primeira pela salvaguarda dos direitos naturais de uma mãe. Porque hão-de as outras progenitoras, das restantes espécies, ter direito a ter sempre junto de si as crias e as mães humanas não?! Será que é só um direito natural dessas espécies, mas não da nossa?!
Cabe-me dizer que se ambos os progenitores acordarem em exercer a guarda conjunta, conscientes de que o fazem no superior interesse dos filhoa, tanto melhor. Não havendo esse acordo, nem o mínimo entendimento, a guarda terá que ser exclusiva de um (prevalece a mãe, salvo exceoções).
Como dizia -e muito bem- um pai, a educação dos filhos é um projecto que não admite quaisquer falhas.

Está em:
http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N575

A segunda petição é pelos deficientes, cidadãos como nós... mas esquecidos, pois não têm acesso à maioria dos serviços públicos (são necessárias rampas, etc)

Está em:
http://www.peticaopublica.com/?pi=P2009N134

Tenho uma terceira, a pedir que o Estado Português apoie financeiramente -e não só- as mães que decidam (quantas não o desejam!!!) acompanhar em casa os primeiros anos dos seus filhos.
Está em http://www.peticaopublica.com/?pi=P2010N1300

Inside me disse...

É bom renascer...

...é sempre a crescer.

Andamos direitos a receber a luz do sol e não agachados a protegermo-nos da chuva.

Sao os primeiros sinais do renascer da vida... depois de folhas caidas... rebentos a vista.

beijos

Cláudia M. disse...

Que fotos lindas!!

(mas porque é que não aumenta? :)) fui clicar, e nada...)

Hoje de manhã senti o mesmo, quando fui levar a Carol. No caminho para casa passei pelas jardineiras que andavam a cortar a relva e cheirava tão bem...

mas o céu já está a ficar cinzento, parece que vai mudar outra vez. Aproveitemos!