segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Dois filmes


Sou fã incondicional de Clint Eastwood e apesar da temática de Hereafter - Outra Vida não me ser muito apelativa, fui ver porque tinha fé que sendo do Clint seria imperdível, mas lamentavelmente não achei nada imperdível. É um filme bem feito e filmado com bom gosto como sempre, mas não me convenceu. O tema da vida depois da morte não é definitivamente "a minha praia". O que mais me sensibilizou foi a história dos dois meninos gémeos e da sua mãe toxicodependente, grandes interpretações dos três actores.

Os actores Frankie McLaren e George McLaren

Saí do cinema sem saber muito bem o que pensar, com aquele gostinho de queria mais e esperava mais de Eastwood, mas nem mesmo um realizador de excepção como ele pode agradar sempre a uma cinéfila tão exigente como eu... just kiding :)



Também vi O Discurso do Rei de Tom Hooper, com Colin Firth e Geoffrey Rush em grandes interpretações. O filme é muito giro e está muito bem feito. Alia factos históricos de Inglaterra e da Europa a uma bela história de amizade entre dois homens muito diferentes, mas que aprendem a respeitar-se mutuamente. O rei Jorge VI era gago e tinha muitas dificuldades em fazer os discursos tão necessários à sua posição. Lionel Logue, um australiano "do povo" que se recusa a dirigir-se ao rei como your majesty ou sir e simplesmente o chama de Bertie, vai levá-lo a questionar as causas da sua gaguez e tratar tanto os seus problemas mecânicos da gaguez como as inseguranças por trás deles. Ao mesmo tempo torna-se o melhor amigo do rei.


Colin está cada vez melhor, está a tornar-se um excelente actor. Geoffrey Rush já há muito tempo que é um grande actor, aqui só o confirma.

7 comentários:

Heloísa disse...

Isabel,
Também assisti esses dois filmes, e minha avaliação é semelhante à sua.
Achei o filme do Clint muito bem feito, e também fui vê-lo por ele, pois o tema não me atrai muito.
Mas valeu como lazer.
Já "O discurso do rei", achei muito bom, e interessantíssimo. Será forte candidato ao Oscar, sem dúvida.

Dani disse...

Olá,

Eu não sei se assistirei aos dois filmes, embora ache que deva. Acho difícil assistir a algo que pressupõe uma verdade em que não acredito.
O do rei, há mais chances, mas vou esperar um pouquinho.
Agora, eu recomendo o "Cisne Negro". Que filme lindo, lindo de morrer. Soturno, poético, original. Lindo. Duvido que, entre os que estão em cartaz, algo vá me arrebatar assim. Assista, Isabel, acho que vais gostar!

Beijocas,

Isabel disse...

Heloísa,
"O Discurso do Rei" é mesmo um forte candidato ao Oscar, filme histórico, história simpática, bons atores. Vamos ver. É já no domingo :)

Dani,
estou com vontade de ver o "Cisne Negro" também. Vi a apresentação no cinema e achei muito intenso, muito bom. Talvez vá ver no próximo fim-de-semana.
Bjs

Cláudia M. disse...

A mim seduz-me esse tema da vida depois da morte. Assusta-me, mas seduz-me. Mas preferia ver o outro filme, infelizmente não vi nenhum. Tenho alguns em vista, espero começar a ter oportunidade para me actualizar. Quero ver "Despojos de Inverno", ouvi uma crítica na rádio e pareceu-me interessante. Qdo é que é a cerimónia dos óscares? Houve tempos em que ficava acordada metade da noite. Pode ser que nessa noite tenha uma insónia... :)

Isabel disse...

Sister,
a cerimónia é já no domingo.
Tenho saudades do tempo em que ficávamos as duas a ver pela noite dentro :)

ameixa seca disse...

Queria muito ver o Discurso do Rei mas nesta terriola não há cinema!

Beth/Lilás disse...

Isabel,
Também assisti ao Discurso do Rei e adorei, fiquei feliz em poder assistir algo bom neste período de carnaval que eu e milhares de pessoas fugimos todos os anos.
Ainda falta-me ver o O Cisne Negro, mas em breve coloco em dia os filmes do Oscar.
abração carioca