terça-feira, 19 de maio de 2009

Guerras de alecrim e...rosmaninho

Que confusão que vai nas traduções televisivas entre alecrim e rosmaninho. No programa do Jamie Oliver que dá na Sic Mulher, aquele em que ele vai directamente à sua horta buscar os legumes e as ervas aromáticas, traduzem alecrim por rosmaninho, quando não tem nada a ver uma coisa com a outra. Já estou a ver as mulheres portuguesas a pôr rosmaninho nos seus cozinhados só porque o Oliver põe!!!! PÁRA TUDO... corrigindo o preconceito... as mulheres e os homens portugueses, CLARO. (O preconceito é terrível, às vezes nem damos por ele!)
Pois é, eu gosto muito do programa, mas não gosto nada desta tradução. Então para esclarecer esta dúvida aqui estão as duas espécies:

Alecrim em flor
Alecrim

O alecrim é muito utilizado na culinária mediterrânica e é esta erva que o Oliver utiliza nos seus cozinhados.

Flor de rosmaninho

Rosmaninho

O rosmaninho, aqui em Portugal é tradicionalmente associado às procissões. Aqui em Lisboa, na Procissão de Nossa Sra da Saúde, vêm carros cheios de rosmaninho para dar às populações. E é assim em muitas aldeias por este país fora. É também uma erva tradicionalmente utilizada para perfumar as gavetas. Fazem-se saquinhos com rosmaninho, tal como se fazem com alfazema, para pôr nas gavetas. Agora, na culinária, que eu saiba, não se utiliza.

E mesmo que se utilize, quando o Oliver diz para pôr rosemary na comida o que ele quer dizer é alecrim e não rosmaninho.

Felizmente são duas plantas abundantes na natureza no nosso país e eu tenho um vasinho de alecrim na minha varanda e sirvo-me dele de vez em quando. Principalmente depois que descobri que faz muito bem à memória e ao funcionamento do cérebro em geral. É que eu estou mesmo a precisar!

Nota: O título remete para a peça de Gil Vicente " Guerras de Alecrim e Manjerona".

19 comentários:

Inside me disse...

Boa...

Eu já me passo com algumas traduções que se fazem nos filmes, séries...

Que são o que são só para puro entertenimento...

... agora em algo que pudemos usar para saborear...UI...muito mau mesmo... Uma guerra de Sabores...

Agora para alguem que adora a tradução como tu ... UI.. deve ser lindo e desesperante ver tanto erro...

Beijinhos e boas traduções :-)

Cláudia M. disse...

E olha que não é só nos programas de televisão, acho que a confusão está generalizada!
Por todo o lado se vê esse equívoco, chamar rosmaninho ao alecrim, ou então tratá-los como se fossem a mesma coisa, quando na realidade não são mesmo!

Uma das prováveis causas da confusão pode ser a palavra em latim para alecrim, que é rosmarinus (que tem a ver com mar, não me perguntes porquê... - investiga, please :)). Vai daí, toca a chamar rosmaninho ao alecrim!

Lembraste mto bem o exemplo das procissões, até pq, como diz a canção
"... há rosmaninho E alecrim pelo chão/ na nossa aldeia/ que Deus a proteja/ vai passando a procissão"
Não é assim?

ameixa seca disse...

Pahhh, o problema é que o nome científico do alecrim é rosmarinus e muita gente traduz para rosmaninho porque são palavras muito parecidas. Eu nunca me enganei :)

ameixa seca disse...

Bem, não tinha lido o comentário da gaja boa aqui de cima :) Acabei por dizer basicamente a mesma coisa!

Cláudia M. disse...

"bota gaja boa nisso..." eheheh

A D. Ameixa não tem melhoras!

Qdo formos aí ao nuorte, tu vais ver!

Eu voltei aqui, pq me lembrei que na foto da "gaja boa", o que está por trás é precisamente alecrim (alentejano, por sinal).

Bjs

Heloísa disse...

Oi, Isabel,
Para os desatentos, essa confusão pode estragar uma refeição.
Mas os problemas das traduções é sério mesmo.
Beijos

Noémia disse...

Olha eu quanto às plantas nunca as confundi, elas são bem diferentes e para uso culinário nem se fala!
Agora que há uma grande confusão de nomes isso há! E penso que não vem só do inglês. Os nuestros irmanos também têm umas culpazitas no cartório por causa do "romero".
Está tão generalizada a troca de nomes que encontrei este "2 em 1" ou 4 ou 5, engraçado,se quiserem ver:
http://www.loja.jardicentro.pt/images/jardicentro_peq_sementes_alecrim_rosmaninho.jpg&imgrefurl=http://www.loja.jardicentro.pt/product_info.php%3Fproducts_id%3D2718&usg=__Xw3jRWdJGGXJmLQxU2LvVXUt5tA=&h=150&w=125&sz=60&hl=pt-PT&start=40&sig2=29SOzIAzYGjpNOGFpA_6gA&tbnid=mwH0oP0da6T4GM:&tbnh=96&tbnw=80&prev=/images%3Fq%3Drosmaninho%26gbv%3D2%26ndsp%3D20%26hl%3Dpt-PT%26sa%3DN%26start%3D20&ei=syQTSr063IuwBoW8zYYO

Isabel disse...

Pois é pessoal, vai para aí uma grande confusão com estas duas plantas. Como a Noémia bem mostrou, até nas lojas especializadas!!!
Olhem, só vos digo uma coisa, não ponham rosmaninho na vossa comidinha!
Bjs

Claudia disse...

Isabel,

Excelente postagem, claro que tinha que vir de uma tradutora (risos).
Alecrim é mesmo uma erva que o tal moço usa muito e o nome da erva em inglês se parece com o rosmarinho, o tradutor distraído...

Mas sabe que eu não gosto de alecrim na comida! Tem gosto de incenso de macumba. Tu sabes o que é macumba? Enfim, alecrim é a erva dos bons fluidos. E queimam ela em tudo quanto é canto no Rio. Não consigo comer...

Mas adore tua postagem.

Bj,

C.

Isabel disse...

Cláudia, tenho uma ideia do que é macumba, sim, mas não muito clara. Não fazia ideia de que queimavam alecrim na macumba.
Como não tenho essa influência cultural adoro alecrim na comida. É uma coisa muito típica daqui do sul da europa.
Bjs

Isabel disse...

Ingerir bons fluidos só pode ser bom!!!

Cláudia M. disse...

Essa da macumba foi boa!! :)

Pra mim macumba é tipo bruxedo, feitiço, "or something like that"...

(é isso, Cláudia?)

mas se o alecrim tem a ver com bons fluidos...

Eu adoro alecrim na comida!
na macumba nunca usei... :))

Anónimo disse...

Na realidade rosmaninho e alecrim são a mesma coisa que vem do latim (Rosmarinus officinalis) essa foto que diz ser o rosmaninho é na realidade lavanda que são coisas bastantes diferentes. Mas se calhar tem a ver com a região.

Isabel disse...

O rosmaninho e o alecrim são da mesma família, mas não são a mesma coisa, em nenhuma região do país. A família geral a que pertencem é Lavandula L, à qual também pertence a lavanda.
Rosmarinus officinalis é a designação latina do alecrim e apenas do alecrim. Existem várias espécies de rosmaninhos, mas o da foto é o L. pedunculata, o mais comum nos campos portugueses.

Anónimo disse...

Mais uma acha para a confusão: no Nordeste Transmontano, a planta da foto a que a Isabel chama "rosmaninho", chamam-lhe "arçã". Há muitas ARÇÃS em tudo que é monte rochoso e seco no Verão por todo o Nordeste Transmontano. Há por lá quem utilize essa arçã para temperar coelho bravo. Porém, os aromas são bem diferentes um do outro! Agora o que cheira a "insenso", quanto a mim, parece-me que é uma outra variedade de alecrim a que se dá o nome comercial de "rosmaninho". Eu tenho plantas de alecrim; de alecrim com cheiro a insenso e plantas do tal "rosmaninho - arçã" que também têm um cheiro a insenso mas mais leve. Nos hipermercados certamente vão encontrar esses aromas divergentes em plantas que talvez sempre designem por alecrim... António Gomes (HidroSaladas).

anamiuda.com disse...

Gostei da correcção, bastante necessária, alias. Quero só acrescentar que a alfazema também se usa na culinária. É óptima para temperar carnes brancas e aromatizar compotas, açúcar, biscoitos e suspiros.
Já agora parabéns pelo blog.
AM

Anónimo disse...

Dá-me a impressão que tudo isto é culpa da lingua Portuguesa, que está errada digamos, parece bastante evidente que as palavras Rosmaninho e Rosemary, Romero, vêm do latim, o mesmo se passa com lavanda, lavandula. Sendo assim, e esta é a minha teoria, a confusão aconteceu em tempos antigos e agora pagamos as favas. Eu sempre utilizei a palavra rosmaninho para a erva aromática que se usa nas batatas assadas, e lavanda para a erva que se usa em perfumes, sabões, e nas gavetas...em termos de etimologias parece ser a lingua Portuguesa que está confundida e chama as coisas por nomes alternativos como alecrim ou alfazema...aliás alfazema é o nome popular e lavanda é obviamente do nome latino

Inga disse...

Isabel,

Realmente, esta postagem, mesmo descoberta anos mais tarde, é excelente! Estou a preparar o portfólio de óleos essenciais e... fiquei confusa com os rosmarinus rosmarinus rosmarinus... :) Até porque faço as descrições em português, que não é a minha língua materna. Sendo perfeccionista, quis saber mesmo o quê é o quê, e fui procurar no Google. Em cheio!
Já agora, sabem, que o Google traduz romero (ES) somo alecrim, rosmaninho ? :))

Paulo disse...

Eh pá, que chatice, agora estou com uma dúvida terrível. Comprei um vasinho no Leroy Merlin, que já transplantei para um canteiro, e que estava identificado como rosmaninho. Mas não tem flor. Fiz hoje uns lombinhos de porco que ficaram excelentes e que, entre outros temperos, levaram a referida erva. Agora a questão que se coloca é se eu pus rosmaninho na comida ou se foram os tipos do LM que puseram alecrim no vaso.

É claro que tendo esta discussão acontecido em Agosto, as probabilidades de alguém me responder...