terça-feira, 5 de maio de 2009

A moka e a tradução

Estou a fazer a tradução dum texto chatíssimo. Mas tão chato, tão chato, que eu não consigo fazer mais de uma página por dia e mesmo assim fico com a cabeça esgotada. É um texto muito abstracto e intrincado e ainda para mais sobre um tema que não me fascina. Tenho que ler as frases quatro ou cinco vezes para conseguir compreendê-las e depois tentar dizer quase a mesma coisa em português.
Então o que nos alegra nestes momentos chatinhos? Uns bolinhos de moka, claro. A mistura do café e do chocolate é uma excelente ideia. Quem terá tido essa ideia primeiro? No domingo resolvi ir para a cozinha, para esquecer the sociological theory of embodiment. Fui fazer uns bolinhos de moka que saíram um bocadinho anõezinhos, mas ficaram muito saborosos e sempre vão alegrando o meu trabalho. A receita é da colecção Le Cordon Bleu.
Fiquem bem, enquanto eu vou tentar descobrir o significado duma frase que já li quatro vezes, mas ainda não consegui compreender!!!

12 comentários:

Maldonado disse...

Hum, tem um ar apetitoso... :)

Abóbora Amarelinha disse...

Ó amiga, quando for assim, dizes as frazes que a malta ajuda, num instantinho tens a tradução feita, sem teres que recorer á moka.
beijinhos traduzidos em...

Cláudia M. disse...

Acho que agora é mesmo caso para dizer que esse texto te está a deixar com a moka! :)

Piadinha original, não? Hoje estou muito criativa, deve ser das insónias...

Inside me disse...

LOL...

Quer dizer que levas com a moka da tradução e depois vingas-te nas pequenas mokas ;-P

...Sociological theory of embodiment...

Acho que estás mesmo é a estudar a Teoria Sociologica da Incorporação da Moka... vais incorporando-as em ti.. ;-)

Boas traduçoes e incorporações das mokinhas LoL.

Beijos

Luciana Håland disse...

Também adoro essa mistura de sabores, não sei quem descobriu, mas com certeza foi uma ótima descoberta.
Esse fim de semana me permiti um sorvetinho, e encontrei exatamente um de café e chocolate, uma delícia.

Bom trabalho!

Heloísa disse...

Oi, Isabel,
Também gosto dessa mistura de café e chocolate.
Ainda bem que a gente encontra umas coisas boas para fazer, quando se tem que enfrenta um trabalho "torturante", não?
Adorei a música inicial da sua trilha sonora. Sabe que eu não conhecia?
Beijos

Isabel disse...

Maldonado, agora não posso aceitar encomendas porque estou muito ocupada, mas qd acabar a tradução aceito encomendas!

Abóbrinha, qualquer ajuda é bem-vinda!

Maninha, trata de pôr o sono em dia, porque faz muita falta.

Ai Inside, malditos embodiments e incorporações! Valham-me os docinhos!

Luciana, um gelado de café e chocolate, hum, que delícia! Você é magrinha pode se permitir muitos sorvetinhos!

Heloísa, eu adoro Vanessa da Mata, é uma menina muito talentosa. Foi um presentinho da minha irmã que sabe que eu adoro mpb.
Bjs

ameixa seca disse...

Embodiment? Traduz-me lá isso... cheira-me que tem algo a ver com a minha área :)
Já deves tar com uma ganda moka com esse textinho chato :) Come um muffin que é capaz de minorar o efeito he he

Isabel disse...

É possível que seja da tua área Ameixita, está relacionado com a sociologia médica. As várias formas de ver o corpo interior e exterior. Somos um ser social dentro dum corpo físico, daí embodiment ou incorporação. Mas o texto é complicadíssimo e diria até muito mal escrito!!
Bjs

Noémia disse...

Olha menina, acho que escolheste o remédio certo para essa "chatura" toda.Os bolinhos estão apetitosos!
E se isso continuar complicado, não há nada melhor do que umas boas doses de chocolate do mellhor.
Vais ver como o teu corpo social se incorpora melhor com o teu corpo interior. Até reescreves o livro com uma boa redacção! :)
Continuação de bom trabalho.

meus instantes e momentos disse...

Foi bom conhecer teu blog, gostei daqui.
Maurizio

Claudia disse...

Isabel,

morri de rir com a postagem. É isso mesmo, de estomago feliz deve ser mais fácil traduzir...

Bj,

C.