sábado, 19 de setembro de 2009

Fui para a cozinha para me animar

Definitivamente, chegou o Outono. Dizemos adeus às sandálias, às blusinhas de alças, à praia e aos constantes passeios ao ar livre: até para o ano. Recolhemo-nos, viramo-nos mais para dentro, para a casa e também para a cozinha. Sou daquelas pessoas que segue muito o ritmo das estações e recolho-me no Outono. Mas este ano estou a exagerar. Nestes últimos dias praticamente não tenho saído, pareço uma reclusa. É de casa para o trabalho e do trabalho para casa.

Também ando sem paciência para a campanha eleitoral. Já quase nem ligo a televisão, não vá dar de caras com políticos, raios os partam a todos. Já não posso ver as caras deles, de nenhum deles. Não me interpretem mal, no dia 27 eu vou exercer o meu direito de voto, como sempre faço. Mas falta-me pachorra para tanta politiquice. Tenho-me então virado para a leitura. Continuo com Joanne Harris, agora A Praia Roubada. No intervalo folheio livros de receitas. E é assim o meu Outono, como podem ver, muito animado.


Chegamos então ao que interessa, com este tempinho mais fresco vem logo a vontade de fazer bolachinhas ou biscoitinhos em casa. Principalmente quando nós andamos macambúzias e armadas em freiras em clausura e a terapia de fazer (e comer) doces parece ser a única salvação. Segui, com algumas adaptações, a receita do livro Le Cordon Bleu – Receitas Caseiras de Biscoitos.

Biscoitos de Gengibre

Ingredientes:

70 g manteiga sem sal
160 g de açúcar
1 ovo
Duas colheres de sopa de melaço
240 g de farinha sem fermento
1 colher de chá de gengibre moído
Pitada de canela moída
Açúcar granulado fino para revestir


Preparação:

Forre dois tabuleiros de ir ao forno com papel vegetal.

Com uma colher de pau ou uma batedeira, forme um creme com a manteiga e o açúcar, até obter um preparado leve e fofo.

Adicione o ovo aos poucos, batendo entre cada adição, e junte depois o melaço, batendo bem.

Peneire a farinha com o gengibre moído e a canela, misturando na base de manteiga. Forme uma bola de massa com as mãos, embrulhe-a em película aderente e coloque no frigorífico durante uma hora e meia ou até que fique firme.

Divida a massa em quatro partes e, utilizando as palmas das mãos, forme uma corda com cada um dos pedaços. Corte cada uma destas cordas em dez pedaços e forme pequenas bolas. Espalhe o açúcar num prato. Passe cada bola de massa pelo açúcar, coloque-as nos tabuleiros já preparados deixando bastante espaço de umas para as outras e achate-as ligeiramente. Coloque o resto da massa no frigorífico até que volte a precisar dela. Leve os biscoitos ao forno durante 10-15 minutos, ou até que fiquem dourados.

Gostei muito do resultado final. Nunca tinha usado o melaço e acho que ele influencia bastante o sabor final. Acho até que os biscoitos deveriam mudar de nome e passarem a ser biscoitos de melaço e gengibre.

E é assim que uns biscoitos alegram um pouco um dia muito cinzento.

14 comentários:

Liliana disse...

Isabel, como eu te compreendo! :)

Acho que deve ser do tempo fresco e dos dias mais curtos, sabes? Não apetece sair. A cozinha também é uma terapia para mim. Volta e meia lá estou eu a preparar fornadas de bolos e biscoitos - que depois distribuo por muita gente, porque, se ficar tudo cá em casa, ó balança e diabetes!

Os biscoitinhos estão com um aspecto delicioso. Juntamente com um chazinho de frutos vermelhos, seria uma boa merenda. Estás a dar-me ideias, por isso ainda me meto a fazer alguma coisita doce. :)
Já guardei a receita...

Espero que estejas a gostar do livro. Não é tão bom como "Chocolate", mas é jeitosinho.

Beijoca (vou-me embora porque se continuo por aqui a olhar para os biscoitos, a baba ainda me cai em cima do teclado...)

Luciana Håland disse...

Isabel, aqui também o outono chegou de vez, e estou doida que as árvores dourem para eu dar meus cliques, mas com chuva fica difícil. Também fico presa na rotina, escola - casa, casa - escola, e no meio tempo internet e filmes, falta tempo, falta a chuva parar pra poder botar a cara lá fora, mas vou curtindo em casa. Também aproveito pra me dedicar a culinária, mas sempre pensando na dieta, hoje fiz uma comida típica daqui, fårikål, depois vou colocar no blog, comi muiiiito.
Seus biscoitos estão com uma cara deliciosa, com um cafezinho... perfeito.

Beijo

Cláudia M. disse...

Uau, tou gostando di ver!!!
SFF guarda uns para mim, quero provar esses biscoitinhos! E tb vou provar o melaço à colherada!! :))

Infelizmente não te posso levar do meu bolo, pq desapareceu num abrir e fechar de olhos...

Vê lá se te animas :)

beijinhos

Cláudia M. disse...

Esqueci-me de uma coisa: acho que daqui até às eleições tb não vou ver telejonais, não há paciência!! Só campanha e mais campanha! Já não posso com isto, tanta hipocrisia. Fazem festança por todo o lado, onde é que está afinal a contenção? E o Zé Povinho todo eufórico! Oh pá, eu tb sou povinho, mas não sou Zé! Deus me livre de andar de bandeirinha na mão atrás daqueles fulanos que, na maior parte dos casos, querem é assegurar a manutenção dos tachos! Raios os partam mesmo!

Já que estou de maré... porque é que a porra das tuas fotos não ampliam? :))

Cláudia M. disse...

Isto hoje promete... manutenção para os que já lá estão, depois há os outros, que já estão há mto tempo sem tacho... e pronto, não chateio mais.

ameixa seca disse...

Que melaço usaste? Foi daquele que vimos no minimercado indiano? :)
Eu adoro o Outono e, finalmente, tenho-me chegado ao fogão estes dias. Acabei de fazer um bolinho he he
Ainda não experimentei estes biscoitos de gengibre por causa do melaço mas com mel também devem ficar bons :)

Beth/Lilás disse...

Oi, Isabel!
É o Outono chegando aí e a Primavera despontando aqui. Fiz até umas fotos da explosão de flores que está acontecendo na minha casa que fica na serra, adoro ver as coisas por lá, são tão lindas estas mudanças da natureza e o outono e a primavera, para mim, são as duas mais lindas estações do ano.
Por curiosidade, quantos graus fazem neste período aí em sua terra?
A nossa temperatura aqui hoje foi de 25 graus, acreditas?
um beijão carioca primaveril

Claudia disse...

Isabel,

Eu detesto outono, detesto profundamente, me sinto invariavelmente forçada a entrar na clausura, na escuridão, me recolher para o nada, a perda de tempo.

Eu sofro horrores com a mudança das estações, não me acostumo e não nego, só espero não ter mais nenhuma doença já que depois de cada outono eu caio doente no inverno.

A cozinha me anima muito e ontem também fiz biscoitos, língua de gato para comer com creme. Ficaram tão bons que comi demais, acabei com dor de barriga. Pareço criança...

Beijo,

C.

Dani disse...

Hehehe, não pude deixar de rir com o comentário quanto aos políticos. Já era hora de o mundo mudar um pouco e pararmos de deixar as nossas condições de vida nas mãos destas pessoas... Por mais que a escolhamos, é como jogar na loteria e esperar por um milagre. Que estes seres sedentos de poder um dia vão importar-se com algo de verdade.
Aqui, curiosamente, os dias vão mornos, para se andar de t-shirt mesmo. Mas sei que não dura. Por outro lado, as árvores já estão todas vermelhas e acobreadas. Como a Claudia, não gosto de outono-inverno, mas como você, vou seguindo o fluxo das estações.
Depois de uma semana de trabalho em casa, ontem cozinhei, fiz pão, cogumelos em conserva. Hoje tem mais.
Eu a-do-ro biscoito de gengibre, e os teus estão com um ótimo aspecto. Com um cházinho de especiarias, vai muito bem.

Beijocas!

Isabel disse...

Liliana, é engraçado que eu só encaro como terapia os doces, porque quando se trata de refeições já vejo quase como um frete! Por enquanto eu ainda posso comer muito e não engordo, mas não me parece que isto dure para sempre!
Já acabei A Praia Roubada e gostei. Gostei de me refugiar naquela ilha agreste por uns tempos.
Bjs

Luciana, na foto você parece bem elegante, não tem que se preocupar assim tanto com a dieta ou tem?
No Outono agente abusa sempre mais um bocadinho. Estamos a armazenar energias para o Inverno!
Bjs

Mana, ainda não percebi porque é que as fotos não ampliam!!! Raios partam as fotos também!

Ameixinha, comprei este melaço de cana no Continente, é da marca Cimarron. E estava ao pé do mel. É fácil de encontrar. Mas olha que com mel também deve ficar bom :)

Beth, como adoro a primavera e as suas flores. Vou lá no seu blog espreitar.
Olha, por aqui estão 20 graus e os últimos dias foram muito cinzentos, mas hoje só para me contradizer o sol está a brilhar no céu!

Cláudia, não deixe que esse inverno mauzão seja mais forte que você. Faça uma aposta com ele agora no início: "Aposto que desta vez você não me derruba". Quem é ele para te deitar abaixo dessa maneira? Você é mais forte.

Dani, votar às vezes é mesmo um jogo de sorte ou azar. Agora estou com a sensação que eles querem todos a mesma coisa: poder. Não querem melhorar a vida das pessoas.
Ainda não tive coragem para fazer pão, mas acho que já não vai demorar muito tempo.

Bjs a todas

Inside me disse...

A cozinha tb me anima... principalmente o estomago... :) ... até de mais..:-)

Bolinhos de gengibre...devem ter um sabor fresquinho...

O sol continua a brilhar lá fora seja que estação for... e sempre com o mesmo encanto...

beijo

TiTó disse...

Também ando farta de toda de tanta propaganda politica, fogo já chega!!!

Os teus biscoitos ficaram um máximo miga :) Adorei :)

Beijinhos grandes e boa semana**

Noémia disse...

Olha Isabel, este fim de semana também me senti como tu. Os pés a ficarem frios nas sandálias, um vento fresco ao anoitecer e na cama bem enroladinha no edredon e fechei a janela que isto já se sente a mudança!
Adoro o Outono e também senti um frisson de bordados e costuras a acompanhar os cozinhados que já apetecem perto do forno!:)
Quanto aos políticos deviam ocupar a boca com essas lindas bolachinhas e deixarem-nos em paz!

Beth/Lilás disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.