sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Mais uma experiência culinária

Desta vez aventurei-me na culinária brasileira, com os famosos pães de queijo. Claro que para um brasileiro deve ser a coisa mais simples do mundo e não deve ser nenhuma aventura, mas para mim, com pouca experiência na cozinha e com nenhuma experiência com esta farinha de mandioca a que chamam polvilho azedo, foi uma bela aventura.

Segui a receita que vinha na embalagem de polvilho, que pecava por ser muito simples e básica. A meio da confecção lá tive que fazer uma chamada de emergência para a minha irmã que já fez esta receitas algumas vezes e lá me acalmou. Estava um bocadinho assustada com aquela consistência de borracha que a massa estava a ganhar.


Ingredientes:
500 gr de polvilho azedo
2 chávenas de leite
1 chávena de óleo
4 ovos
2 chávenas de queijo ralado
sal a gosto

O queijo que deve ser utilizado é o Queijo Minas, da Região de Minas Gerais, mas como não consegui encontrar esse queijo por aqui, usei o queijo Manchego, um queijo espanhol, que alguns blogs dizem ser o mais parecido com o queijo minas que podemos encontar por aqui.

Modo de fazer:

1 - Ferver o leite com o óleo e o sal, e escaldar o polvilho

2 -Deixar arrefecer

3 - Acrescentar os outros ingredientes e amassar bem

4 - Fazer bolinhas e cozer em forno quente

Como podem ver a receita que vem na embalagem é muito básica e no meio senti-me um pouco perdida, uma vez que nunca tinha trabalhado com esta farinha. Mas acabei por me divertir imenso a amassar aquela massa com consistência tão diferente do que eu estou habituada.

A receita não falava em tempo de cozedura. Como podem ver pelas fotos uns pãezinhos ficaram mais caídinhos e outros mais levantadinhos. Gostei mais daqueles mais amachucados e caídinhos, estavam uma delícia. Os outros também estavam bons, mas fiquei com a impressão que cozeram demais.

Cada vez estou com mais vontade de experimentar coisas novas na cozinha e esta experiência até nem correu mal. Não ficaram uns verdadeiros pães de queijo mineiros, mas os pãezinhos luso-brasileiros com um toque espanhol que resultaram da experiência também não desiludiram.

14 comentários:

Raquel Mendonça disse...

Adorei!!!!!!!

Olha, receita de pão de queijo não é pra qualquer brasileiro não, viu? Esse daí é típico das Minas Gerais, portanto posso palpitar de carteirinha.

Pela foto estão com uma carinha ótima! Deu água na minha boca mineira. Quantas saudades do café da manhã sempre com pães de queijo...

Olha, segredo de família não se conta, mas esse acho que não tem problema: o segredo do pão de queijo é a qualidade da sovada. Vocês usam essa palavra em Portugal? (Se não, sovar é o misturar, amassar e "calcar" por um bom tempinho.) Então, da próxima vez sove por um tempo maior. E o tempo de forno calculamos no "olhômetro" - quando estiver coradinho e bem redondinho. Se fizer de novo me conte.

beijos

Isabel disse...

Raquel,
adorei as dicas de uma verdadeira mineira!! Da próxima vez vou sovar a massa de tal maneira, que ela nem se vai poder mexer, hihi.
Sovar aqui também pode ser amassar, mas utilizamos mais como bater :)
Obrigada

Cláudia M. disse...

Ficaram lindos, já comia uns 2 ou 3 (sabes que sou bruta...) com uma bela chávena de café... oh coisa boa! Eu se fosse brasileira tb devia ser de Minas :)

Belas dicas que te deu a Raquel, da próxima vez tb vou sovar mais! Aproveito para descarregar nervos acumulados...

Heloísa disse...

Isabel,
Pão de queijo é algo muito enraizado na nossa cultura. Sabe que, quando vou para o exterior, muitas vezes sinto falta de um pão de queijo com cafezinho, nas paradas para descanso.
Beijo.

ameixa seca disse...

Ainda não fiz mas tenho que fazer porque tenho um pacote de polvilho há meses para usar :) Devem ser uma delícia!!!

Liliana disse...

Ó Isabel, já estou aqui de água na boca! Isso não se faz... :)
Já anotei a receita. Como ADOOOORO queijo, tenho de experimentar. Obrigada pela partilha. Beijoca

Luciana Håland disse...

Isabel, também gostaria de me aventurar mais no terreno culinário, mas não tenho encontrado inspiracão.
Olha, pão de queijo para mim é algo totalmente difícil, nunca fiz, sempre achei que a receita fosse dificílima.
Parabéns pelo sucesso dos seus pães.
Beijo

Noémia disse...

Olha, compreendo-te perfeitamente. Eu só fiz pão de queijo uma vez, tal como tu segui a receita da embalagem e a meio duvidei que aquilo fosse ficar bom. Nunca mais repeti a receita e olha que pego bastantes vezes no polvilho, no supermercado e acabo por pousá-lo, depois de me lembrar que não gostei muito de os fazer.Quem sabe agora com a dica da Raquel...:)
Bom fim de semana.

Claudia disse...

Isabel,

que inveja, que vontade. Aqui não vende polvilho azedo, ainda, e quando eu faço é com polvilho doce e fica bem diferente, mas dá para o gasto.

Ficou com uma cara ótima. Adoro pão de queijo com essa cara. Perdeu o medo?

Beijos,

C.

Isabel disse...

Maninha, tens razão, não se consegue comer só um, eu comi quatro seguidinhos!!!

Heloísa, dá para compreender porquê. Eu fiquei fã.

Ameixa, tens que experimentar, mas já sabes, sova bastante a massa! Temos que seguir a dica da mineira Raquel :)

Liliana, são muito bons, experimenta!

Luciana, durante a confecção também me senti meio perdida, achei aquela massa muito estranha,mas agora com as dicas da Raquel já compreendi que amassei pouco. Vou tentar fazer de novo!

Noémia, agora já sabemos, damos uma sova na massa que ela gosta de levar tareia!!!

Cláudia, perdi completamente o medo. Sabem tão bem ao lanche com um cházinho, huumm.
Aqui encontramos muitos produtos brasileiros, só não encontrei o queijo minas, mas também já era pedir demais, não?
Bjs a todas

Dani disse...

Você tinha medo dos pães de queijo e eu tenho medo dos muffins, hehehe. Mas o que importa é que você conseguiu e os saboreou!
Adoro trabalhar a massa de pão de queijo, amo a consistência e a maciez.
Fiz domingo passado, coloquei a receita do blog, deves ter visto!
Quero tentar alguma aventura portuguesa, mas acho que estou sem ingredientes básicos em casa!
Beijocas!

Inside me disse...

Opá... fartei-me de ler a receita.., não apanhei a parte espanhola :-)

Têm muito bom aspecto... dáva-lhes umas dentadinhas...

...mas acho que já acabaram não?? ou ainda tens forças para uns socos...:-) e fazeres mais :-P

Beijos

Beth/Lilás disse...

Isabel!
Até que fostes bem nesta empreitada, pois eu nunca me arrisquei a fazê-la, sempre compro as bolinhas prontas e asso direto no forno. Por aqui temos excelentes marcas de pães de queijo.
Mas, tem um lá numa padaria em Petrópolis que quando você aqui vier, faço questão de levá-la até lá e saborearmos juntas com um gostoso cafezinho brasileiro. Hummmmmmmm, delícia!
beijos cariocas

Isabel disse...

Dani, se tiveres ovos, tens os ingredientes básicos da doçaria portuguesa! Just Kiding, se precisares de algum ingrediente que não houver aí, diz, que eu envio para aí :)

Inside, o toque espanhol é o queijo Manchego que é de nuestros hermanos!

Querida Beth, quando eu for aí não vou perder uma visitinha a essa padaria com você!