domingo, 13 de junho de 2010

Fim-de-semana no paraíso

Cada vez me sinto melhor no Alentejo. Já há semanas que ansiava por estes quatro dias de descanso no paraíso. E foi tudo o que eu precisava. Muito descanso, muita tranquilidade, passeios maravilhosos e muito pão alentejano.

Hoje quando chegou a hora de voltar para Lisboa comentávamos como seria bom ficar mais uma semaninha. Não me apetecia sair do Alentejo. O ritmo calmo, o contacto com a natureza, a vivência de pequena aldeia fazem a vida parecer mais fácil e dão-nos vontade de mudar de armas e bagagens para lá. Acho que essa possibilidade já foi mais remota. Quem sabe o Alentejo não é o futuro?

romaneiras em flor

ponte romana

papoilas

10 comentários:

Inside me disse...

Que vista fantástica daquele banco... que vontade que dá...

E o ritmo calmo... dá anos de vida.

... o futuro é onde se estiver.

Que tenhas recuperado as forças!

beijos

Claudia disse...

Isabel,

Eu acredito que o Alentejo pode ser teu futuro mesmo, com a tua profissão nada te impede de trabalhar a distância, usando a internet como veículo, não?

Tudo o que você precisa é uma internet de excelente qualidade para não ficar na mão, mas isso é fácil. Depois de instalada no Alentejo bons serão os finais de semana que você passará em Lisboa, comendo em bons restaurantes, visitando amigos, livrarias, cinemas e teatros, que hão de durar pouco e passar rápido...

Mas é sempre assim, não podemos ter tudo o tempo todo, as escolhas são parte integral da vida e a dúvida sobre a escolha certa há de permanecer para sempre...

Bj,

C.

ameixa seca disse...

Gostava tanto de conhecer o Alentejo! Quero ver se nos próximos anos passo uns dias para esses lados. Se é o futuro não sei mas fizeram bem em aproveitar o presente :)

Cláudia M. disse...

Também adorei o banco, foi mesmo uma ideia excelente! Está muito bem situado, sem dúvida!

Está-se mesmo bem no campo. Ah, e o pão alentejano... e o queijo... hummm...

(Vê lá se mostras as cegonhas)

pat disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pat disse...

Que lindo, Isabel!
Que bom se você pudesse voltar sempre que sentisse necessidade!
Um beijão
Pat

Heloísa disse...

Isabel,
Como são bons os dias passados no campo. Parece que a vida corre melhor, que o tempo rende mais.
E o pão alentejano deve ser maravilhoso.
Beijo.

Noémia disse...

Não há nada melhor do que o campo para recarregar as "pilhas" !
Essas fotografias estão lindas, dá vontade mesmo de ir para o Alentejo!:)

Beth/Lilás disse...

Isabel,
Este Alentejo me pareceu encantador em todos os sentidos. E esta ponte que coisa mais linda! Fiquei a olhar por uns tempos, sei lá, transportou-me para algum lugar no passado. Amei!
bjs cariocas

Cenourit@ disse...

Como sabes, sou uma eterna amante do Alentejo! Até eu vou sonhando com a possibilidade de me mudar para lá...

Os postes da alta tensão da REN já são construidos com as devidas plataformas para que as cegonhas façam os seus ninhos. São mesmo condomínios de luxo! ;)

Beijocas Alentejanas***