quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Cópia Certificada

Um filme realizado por um iraniano, filmado em Itália, com actores franceses e ingleses e falado em três línguas. Um filme original, como nunca vi nada antes. Um filme que faz pensar sobre a vida, as relações, a arte. Enfim, um filme desafiador.
Como as minhas capacidades de crítica de cinema andam um pouco por baixo, deixo o link para um texto que expressa bem o que senti pelo filme.
Fica também o trailer para aguçar o apetite de quem quiser fugir um pouco ao cinema mais convencional e americanóide que invade as salas de cinema. O mundo é tão grande, porquê ter só uma visão das coisas?




O trailer não capta de maneira nenhuma a intensidade do filme, mas dá um cheirinho.

5 comentários:

Heloísa disse...

Isabel,
O trailer tem um cheirinho bom, mesmo. Fiquei com vontade de ver o filme.
bjs

Isabel disse...

Heloísa,
acho que você iria gostar :)
Bjs

ameixa seca disse...

Desconhecia, parece interessante :)

pat disse...

Isabel, estou doida para ver o filme. adoro o trabalho do diretor, Abbas Kiarostami, que é difícil de se encontrar por aqui. Dele só vi Close-up, Através das Oliveiras e E o vento nos levará.
Gostei demais. Saí dos filmes sempre intrigada com suas escolhas.
Pura arte.
Um abração
Pat

Isabel disse...

Ameixa,
este tipo de cinema não é muito publicitado :( Que eu saiba só está em duas salas de cinema.
Bjs

Pat,
foi o primeiro filme que vi dele, mas fiquei impressionada. Também saí do filme muito intrigada. Faz pensar mesmo, desafia o nosso intelecto :)
Bjs