sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Será que eu vou ter gripe A?

É a pergunta que todos nós fazemos neste momento, nem que seja bem lá no fundo do inconsciente.

Ontem, o Director-Geral de Saúde, Francisco George, fez uma previsão de que 25% da população portuguesa será afectada pela Gripe A (H1N1), inicialmente conhecida por gripe suína. Neste momento os casos de gripe já passam de 1000, mas apenas três pessoas estão internadas em estado crítico. Aqui ainda não houve mortes, mas nos países da América do Sul, esta variedade do vírus da gripe já matou muita gente. É natural que as pessoas sintam esta ameaça e se preocupem.

Francisco George tentou tranquilizar a população, dizendo que 95% das pessoas que terão esta gripe não precisarão de internamento hospitalar e poderão ficar os cinco dias que dura a doença em casa. Os restantes 5% serão os casos em que a gripe atingirá pessoas já por si debilitadas com alguma doença crónica ou outro tipo de doença que tenha enfraquecido o seu sistema imunitário.


No meu local de trabalho toda a gente diz que nós não vamos escapar, trabalhamos num estabelecimento de ensino e quando chegar o Outono, vai ser o pico da epidemia nas escolas.

É possível. Sinceramente acho que não podemos entrar em pânico, acho que devemos tomar todas as precauções possíveis e, principalmente, acho que aos primeiros sintomas de gripe devemos ter muito cuidado para não propagar a doença. Acho incrível que algumas pessoas tenham a irresponsabilidade de saber que os seus filhos têm a doença e mesmo assim os levem para o infantário. É escandaloso e é crime público.


Mudando de assunto, gostam das minhas buganvílias? Fotografei-as ao final da tarde, já com pouca luz, mas dá para ver o seu colorido.

13 comentários:

Maldonado disse...

1. As buganvílias são bonitas. ;)

2. Há muita histeria em torno da gripe A, ex-suína, pois o cancro e a SIDA matam muito mais pessoas e os Media não noticiam as mortes...

ameixa seca disse...

Esta semana estive em casa de uma família muito bem relacionada e o Senhor Doutor diz que o melhor é apanhar agora a gripe. Que achas? Fazemos uma rave com alguém já gripado quando eu me deslocar à capital? É que na verdade, se pensarmos bem, somos todos uma cambada de suínos he he Então como calor que tem estado... sinto-me mesmo uma porca transpirada ;)

ameixa seca disse...

Ahhh, as flores são lindas :)

Luciana Håland disse...

Isabel, também estou receosa com essa gripe, os números por aqui estão crescendo, mas foi bom ler aqui que ela não é tão perigosa. De todo jeito já estou na vitamina C.
Muito lindas as suas flores.
Beijo

Claudia disse...

Isabel,

Melhor não pensar, esse negócio de futurologia não dá muito certo (risos) e lavar as mãos umas 20 vezes por dia...

Eu amo buganvilias e sabe que no Brasil as chamamos de "Primaveras".

Bj,


C.

Cláudia M. disse...

Eu acho que, sem ser preciso entrar em exageros, temos que nos preocupar, sim!

É que, ao contrário de outras doenças, que sabemos concretamente como podemos evitá-las, ou outras que surgem totalmente alheias aos nossos comportamentos, ESTA qualquer pessoa pode contrair, em variadíssimas circunstância, a maior parte delas não-evitáveis.

Por isso, eu tb estou preocupada, e precisamente com o início do ano lectivo!

Por enquanto, só posso dizer: Vade retro, H1N1!

bjs

Heloísa disse...

Isabel,
As flores estão lindas.
Quanto à gripe, penso que são necessários cuidados, sem grandes alarmes.
Beijos.

Isabel disse...

Amigos, não devemos entrar em pânico, mas devemos estar atentos!

As buganvílias são a coisa mais linda, eu adoro! Que bonito nome têm no Brasil - Primaveras!

Bjs

Abóbora Amarelinha disse...

eu "vilias" ali no quintal da minha vizinha, mas não sabia que se chamavam, buganvilias. E são bem lindas.

A gripe...olha!

beijinhos

Isabel disse...

Ó bobrinha, esse novo visual é muito sexy!!!

Beth/Lilás disse...

Olá, Isabel!
Realmente fazem muito alarde da tal gripe e, dizem a gripe comum mata mais no ano que esta, entretanto, eu também achava que estaríamos distantes desse problema até que uma pessoa bem perto teve a tal gripe, mas não precisou inernar-se nem nada, tratado foi em casa mesmo, mas existe o mal e é real.
Por aqui a coisa alastrou-se, devido ao inverno que, no Sul, principalmente, está rigoroso, mas do sudeste pra cima não tem aparecido casos, a não ser hoje que vi pela tv um caso de morte no Pará que é bem lá em cima ao Norte do Brasil, mas como é um lugar quente, mesmo no inverno, o vírus não se propaga.
Espero que tenham menos casos aí na Europa do que nós tivemos neste
inverno e no mais é rezar e evitar lugares cheios.
grande beijo carioca

Liliana disse...

Ela (a gripe) que venha, que eu cá estarei para lhe fazer frente! Sinceramente, tenho tanto medo de apanhar gripe A como de apanhar gripe (sem letras nem números). Não fosse todo o espalhafato televisivo em torno do assunto, estariam todos a tentar arranjar uma saída para a crise. Assim, não é preciso, porque, segundo os "mandões" é mais importante resolver este problema da gripe. Esquecem-se é de dizer que, depois de a apanharmos uma vez, livramo-nos dela para sempre (assim como a varicela). Eu também trabalho numa escola (a recibos verdes, o que piora bastante a questão se tiver de faltar), mas espero que haja bom senso e que ninguém se lembre de fechar as portas. O mal deste país é mesmo esse: o importante é "fugir com o rabo à seringa"; enfrentar os problemas, nem pensar! Sabe, quando eu era pequena e andava a brincar com os meus amigos (no jardim, no monte, no campo ou no quintal - bons tempos!) caía vezes sem conta, esfolava joelhos e cotovelos e, quando não queria parar a brincadeira, punha terra em cima das feridas para estancar o sengue. Inacreditável, não é? Pois bem, nunca tive problemas de saúde por causa disso. Não podemos ter medo de tudo e mais alguma coisa. A superprotecção é a mãe de muitos males, acredite. E eu, como professora, sei o que digo. :)

Gostei muito do seu blogue. Já vi pelo seu perfil que temos muito em comum. Vou voltar. Até lá, tenha calma, lembre-se que a gripe A é como outra gripe qualquer, tem é a mania de ser melhor e por isso é que usa o A como acessório. lol

Liliana disse...

P.S. As buganvílias são muito bonitas, mas eu prefiro tulipas e lírios. :)