quarta-feira, 6 de agosto de 2008

As Igrejas do Chiado

Quando viajamos para o estrangeiro queremos visitar todos os monumentos e museus. Não queremos perder nada e valorizamos o património maravilhoso que outros países têm para nos oferecer. Entramos em todas as igrejas (mesmo que às vezes seja preciso pagar bem caro para isso) e ficamos maravilhados com a arquitectura religiosa de outras épocas. Tudo isto é muito natural, o que é estranho é que por vezes não conhecemos o nosso próprio património. Tenho que confessar que apesar de ter nascido e viver há 33 anos em Lisboa, não conhecia três das grandes igrejas da zona do Chiado. Um destes dias de férias, tendo cancelado um programa de praia à última hora, levantei-me com vontade de passear na minha cidade e ver coisas que nunca vi. Comecei pela Igreja de S. Roque, um expoente máximo do Barroco Português, que muitos já me tinham dito ser uma visita imperdível. As fotografias não deixam ver a riqueza de detalhes típica do Barroco, mas já dá para ter uma ideia.


Descendo para o Chiado temos duas magníficas igrejas onde também nunca tinha entrado, apesar de ter passado ali mais de mil vezes em toda a minha vida. Primeiro a Igreja dos Italianos de Nossa Senhora do Loreto, da qual só tirei uma foto do exterior porque o interior estava fracamente iluminado.
Logo em frente, a Igreja da Encarnação, linda por dentro e por fora como podem ver pelas fotos seguintes.


Por fim a Basílica dos Mártires, onde já tinha entrado muitas vezes, mas entrei mais uma vez para meditar na paz deste magnífico templo.

Como vêem as fotos são de fraca qualidade pois foram tiradas com o telemóvel. Não consegui captar nenhuma fachada por inteiro, mas mesmo assim resolvi fazer o post, porque adorei este meu périplo por algumas das muitas igrejas da minha cidade.

1 comentário:

Cláudia M. disse...

Nem me digas nada, porque eu tenho um peso na consciência por não conhecer algumas maravilhas da nossa cidade, entre as quais essas que mostras. Achei-as lindas, foi pena não ter podido ir contigo. Ainda por cima o Chiado é um dos sítios da cidade onde até vou com alguma frequência, e só me lembro de ter entrado numa delas (sorry, mas não sei em qual delas...).
Belo post, acho que a CML te devia contratar para publicitar a cidade... eheheh (o pior são as coisas más, mas essas tb têm que ser publicitadas...)