quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Continuando com Jane Eyre


Os anos do orfanato. A perda da sua única amiga.

"Quando acordei já era dia; um movimento estranho acordou-me; olhei para cima; estava nos braços de alguém; a enfermeira levava-me ao colo de volta para o dormitório. Não fui repreendida por ter saído da cama; as pessoas tinham mais em que pensar; ninguém deu resposta às minhas perguntas; só dois dias depois soube que Miss Temple, quando regressou ao seu quarto de madrugada, me tinha encontrado deitada na pequena cama; o meu rosto encostado ao ombro de Helen Burns, os meus braços à volta do seu pescoço. Eu estava a dormir e Helen estava - morta."

Jane Eyre, Charlotte Bronte
Tradução minha (mantive a pontuação original)

3 comentários:

Cláudia M. disse...

Essa imagem é fabulosa, tem tudo a ver com o ambiente da obra - pelo menos da série, e pelo que sei ainda mais do livro... - estou ansiosa por o ler (que vida "lixada" que teve a Jane! mas, como diz a sabedoria popular, quem espera desespera, mas sempre alcança).
Bjs

Cenourita disse...

Muito British!
Passa na Tasca, tens lá um desafio e um prémio :)

Bjs***

Feeling the words disse...

Olá Isabel, quero agradecer-te por me teres dados os parabéns.

Beijos e continuação de boas escritas