terça-feira, 20 de outubro de 2009

Luxo

A maior parte das pessoas associa o luxo às grandes marcas, aos hotéis de luxo e às sanitas forradas a ouro dos multimilionários do Médio Oriente. Eu, mesmo que tivesse muito dinheiro, acho que não compraria sapatos de 1000€ ou malas de 1500€. Não faria questão de pernoitar em suites com decorações exageradas e barrocas. E nunca, mas nunca forraria qualquer coisa a ouro na minha casa de banho.

Acho que as variações sobre o conceito de luxo podem ter contornos interessantes. O meu conceito de luxo é um pouco diferente do acima retratado. Para mim um luxo pode ser tanta coisa. Pode ser um bom perfume. E como eu adoro um bom perfume! O que ele pode fazer por nós! Este, devo dizer-vos, faz-me sentir uma verdadeira imperatriz.


Um luxo pode também ser uma iguaria da alta doçaria. E aqui podia falar muito. Mas para não fazer disto um post gigante dou o exemplo do bom chocolate, nas suas formas mais variadas. Como me fazem felizes umas maravilhosas trufas de chocolate!


Pode também ser um hotelzinho de charme, com uma decoração simples mas de bom gosto, com aquele toque único, que o faz especial.
E pode mesmo ser um sumo de romã bebido ao final da tarde na varanda a conversar com pessoas de quem gostamos.



O luxo para mim, é aquele objecto que nos dá prazer, aquela iguaria que nos enche a alma, aquele local sem ostentação, mas de extremo bom gosto e simplicidade, aquela viagem que nos abre os horizontes, e principalmente aqueles pequenos prazeres únicos e autênticos que quase sempre não custam dinheiro quase nenhum.

É claro que eu compreendo o apelo de um bem único, exclusivo, feito pelos melhores profissionais, com os melhores materiais, etc. Mas nesse ponto confesso que sou muito mais entusiasta das exclusividades culinárias do que das materiais. Pode parecer disparatado, pois uma mala ou um relógio de luxo podem durar quase uma vida, enquanto o luxo que comemos desaparece num instante, mas acho que é mesmo por isso que eu o valorizo. O luxo feito para consumir, degustar, dar prazer e não apenas para mostrar bom gosto ou status.


O sumo de romã é dos sumos mais trabalhosos de fazer: primeiro a trabalheira de descascar as romãs, depois triturá-las e depois a trabalheira de passar tudo por um grande passador para tirar todos os pedacinhos de carocinhos brancos que restam. Mas no fim obtemos o luxo: um sumo único, de grande qualidade (natureza pura), cheio de qualidades anti-oxidantes e doce como o mel.

E pronto, agora podem chamar-me maluca por achar que beber um sumo de romã acabadinho de fazer é um luxo. Estejam à vontade. E se quiserem, digam-me o que para vocês é um luxo?

20 comentários:

ameixa seca disse...

Nem a sanita nem nada! Não gosto de ouro!
Concordo contigo. Acho um exagero e a maioria dos luxos são pirosos. Vejo tanta gaja com dinheiro ser exagerada que mais parecem palhaças vestidas de alta costura e etc.
Olha lá... o sumo é só isso? Espremes as sementinhas no passador? Adoro romãs e tenho cá algumas... mas sumo nunca bebi. Gosto de as comer à colherada :)

Abelha Maia disse...

Pois olhe eu nem de ouro gosto, é tudo um exagero.
Esse sumo de romã o meu marido ia achar um luxo porque ele adora.
bjsss

Cláudia M. disse...

O sumo de romã será um luxo, mas só se mo puserem à frente já prontinho... acho que não me atrevia a essa trabalheira :))

Qto ao resto, concordo contigo. Um bom chocolate é um luxo, uma boa comida é um luxo, e não necessariamente num restaurante *****. Olha, p. ex., a comida que fiz ontem e que depois mostrarei, para mim, por incrível que possa parecer, foi um luxo (como sabes). O luxo depende do nosso gosto e das nossas circunstâncias. Não é necessariamente pelo que custa, mas pelo bem que nos sabe, pelo prazer que nos proporciona.

(ah, e não te esqueças de guardar uma trufa para mim, pelo amor de Deus!)

Um bom perfume, definitivamente, é um luxo, pelo bem que nos faz sentir. Uns creminhos Lancôme, uma viagem de um mês pela Europa, isso para mim é um verdadeiro luxo.

:)

Noémia disse...

Esse sumo de romã é, na verdade, um luxo! só pela trabalheira que dá, não é para qualquer um, não, concordo plenamente contigo.
Quanto a partilhar alguns luxos contigo, são tanto os meus luxos...deixo-te só com um que está mesmo à minha frente.
Uma paisagem de mar azul carregado, umas nuvens plúmbeas esfarrapadas e uma luz dourada a romper entre elas, as luzes que se acendem, as gaivotas doidas que pairam à altura da minha janela e ao longe sons surdos de trovoada. Eu no aconchego da minha casa, no meu cantinho que é um mundo, com estas maravilhas à frente, é só levantar os olhos do PC. Não é o maior luxo do mundo?

Luciana Håland disse...

Isabel, uma vez fiz uma pesquisa sobre luxo, até ia fazer um post mas acabei deixando pra lá, mas enfim, na conclusäo da minha pesquisa o que é luxo é exatamente o que vocë diz ser pra você.
É aquilo especial, que foi difícil conseguir, que é até exclusivo, como seu suco de romã, exclusivo e trabalhoso, delicioso, um luxo.
Aqui o que é luxo, pra brasileirada, são produtos brasileiros, principalmente da culinária. Hoje uma brasileira me ligou para avisar que outra tem um pequeno comércio dessas iguarias, fui ver no orkut e são coisas bem básicas, como farofa, temperos, guaraná (o refrigerante), leite condensado, goiabada em barra, etc, e isso até é barato no Brasil, as marcas são populares, mas para muita gente poder ter acesso a isso é um luxo.
Suco de romã aqui é um luxo também, elas são bem caras.
Para mim será um luxo poder dormir até mais tarde amanhã.

Beijo

Isabel disse...

Ó Ameixinha, não ligues! Esqueci-me da parte de triturar as sementinhas vermelhas. Depois de fazer as sementinha em sumo é que se passa no passador para ficar mais fino e tirar aqueles pedaços de graínhas brancas. Mas o resultado é maravilhoso!

Abelha Maia, também não sou fã de ouro! Façam o sumo aí em casa e vão ver que delícia :)

Cláudia, eu guardo-te umas trufinhas, podes ficar descansada!
A tua confort food é com certeza um luxo:)

Noémia, levantar a cabeça do PC e ver a foz do Douro é um verdadeiro luxo!!Adorei a descrição da paisagem, até vi as gaivotas a passar!!!

Luciana, essas coisinhas brasileiras devem ser verdadeiros luxos para vocês porque não estão acessíveis. Aqui os brasileiros tem mais sorte porque aqui vendem-se todos esses produtos. Se tiver com muita saudade de algum, eu te envio :)
Dormir até tarde quando estamos cansados é um verdadeiro luxo!

Heloísa disse...

Isabel,
Concordo com você. Luxo é aquilo que nos faz sentir bem, que nos dá prazer, independentemente do valor ($$), que às vezes nem pode ser mensurado.
Agora, por exemplo, estou curtindo um dos meus luxos: digitando ao lado de uma janela com vista maravilhosa para o mar.
Beijo.

Beth/Lilás disse...

Oi, Isabel!
Por isso te elogio, por este teu olhar maior sobre as coisas da vida.
Nós conversamos sobre isso, inclusive, no nosso encontro. E também sou partidária de que luxos são aqueles que nos convém ou necessitamos em determinados momentos.
Meu luxo atualmente é viajar, mas não para comprar no free shop como vejo muitas pessoas ávidas quando chegam a alguns países, mas para admirar e poder saborear desde as comidas locais às belezas que poderei guardar nas minhas retinas e mente.
Conhecer gente como você é um privilégio e um luxo também.
Que post mais giro esse! (Vistes, já estou a falar como uma portuguesa). hihi

super beijinhos cariocas

Dani disse...

Que paciência, Isabel! Mas suco de romã é um dos meus favoritos, e todo este trabalho vale mais do que a pena!
Luxo para mim é poder não fazer nada e ter o sol a me embalar, em boa companhia. E, também, poder comprar meus perfumes e loções sem pensar na conta - o mesmo aplica-se à comida.
Ah, também mal sobrevivo sem frutas, mas, no seu caso, não é incorreto: o que eles dizem não ser recomedável é comê-las fora da estação.
Beijocas

Bergamo disse...

Isabel,
Adorei as suas reflexões. Estamos antenados ou pelo menos preocupados com questões similares.
Falei (bem superficialmente) sobre isso também.
http://blogdobergamo.blogspot.com/2009/09/luxo.html
Abraços,
Bergamo

Liliana disse...

Isabel, tens toda a razão no que dizes.
Nunca provei sumo de romã, mas tem aspecto de ser muito bom.
O luxo para mim: poder adormecer a saber que. no dia seguinte, não terei de acordar com o despertador; poder caminhar à beira-mar; não ter de pedir dinheiro a ninguém para o que quer que seja; beber um sumo de kiwi feito em casa; comer tostas com doce de abóbora; tomar café com duas das minhas melhores amigas, todas as terças, no fim do almoço; vestir o que me apetece nos dias em que não trabalho; um bom perfume (o meu é Delicious, de DKNY); um chocolate quente nas noites frias; a lareira acesa nas noites de inverno; o ar condicionado no carro no Verão (um verdadeiro luxo!); as maçãs assadas da minha mãe; e tantas outras coisas de que posso usufruir e a que dou tanto valor!

Parabéns pelo post. Gostei. Beijo

Merisi disse...

Very inteesting conversation!

I was thinking which would be the highest point of Rome? The French Academy near the Trinita' dei Monti church above the Spanish Steps? Perhaps, to my shame I do not know, even though I have lived many years in that city.

I love the images of the melagrano pomegranates, the colour is simply divine. Is that pomegranate juice? From the way you describe the process of making it, it could be. Unfortunately my Portuguese is mostly guesswork.

The finer points of life, like a glass of fresh pomegranate juice, are the true luxuries of life, in my opinion, not that expensive handbag or such, which, after all, always remains a handbag.

Isabel disse...

Heloísa, ver o mar da sua própria casa é um luxo mesmo. Eu vejo uma bonita vista sobre o casario de Lisboa e também acho um luxo!

Beth, conversámos sobre isso sim e temos um ponto de vista muito parecido, né?
Aproveite bem esse seu novo luxo, as viagens que tanto nos enriquecem e são muito giras!!!!

Dani, o sol e uma boa companhia "é luxo só"!

Bergamo, eu vi o seu post e estamos sim muito "antenados"!

Liliana, tens que provar, é muito bom! Muitas dessas coisas que referiste são autênticos luxos para mim também, em suma, aquelas coisinhas aparentemente sem importância, mas que fazem toda a diferença.

Merisi,
yes, it is pomegranate juice! Reading your comment I can see that your portuguese is not that bad, because you got the main idea. The process of making the juice is not easy, but the final result its pure luxury!
I'm always watching your beautiful pictures of Vienna :)

Isabel disse...

Merisi,I didn't answer the firt part of your comment. Rome its such a wonderfull city, lucky you to live there for some time!
I heard the highest point in Rome is the Zodiac, next to the observatory of astronomy, but I never went there.
Bye

Elizabeth disse...

Greetings from New York.
One of my great friends is also an Isabel from Portugal

Inside me disse...

Um luxo é algo que nos faz sentir bem ... um prazer na vida não tem necessariamente de ser caro... mas sim fazer-nos sorrir interiormente. :-)

Antes de ler vi as fotos :-) tirando o perfume lembrei-me de um dos primeiros posts teus que vi, á cerca de quase um ano atrás , sobre castanhas e romãs :-)

Sim as trufas de chocolate de repente pareciam castanhas...não que tenha algo a ver...

E adoro romãs ... gosto do descascar embora trabalhoso...é o carocinho a carocinho para saborear no fim. Sumo nunca bebi mas deve ser uma trabalheira para se obter essa quantidade de sumo... um dia com tempo :-) ainda experimento esse luxo.


Um Luxo seja material ou não faz maravilhas no nosso sorriso interior

Beijo

Moira disse...

Isabel,
A noção de luxo varia de pessoa para pessoa, de país para país e até de classe social para classe social.
Levando a coisas ao extremo um luxo pode ser um prato de sopa ou uma garrafa de água mineral num país pobre, e na maioria das vezes esquecemos esse principio básico, que nos leva a consumir em demasia.
O ouro para mim não é um luxo principalmente porque sou alérgica a um dos seus componentes, mas é decerto um luxo para muita gente.
Para mim um luxo é poder disfrutar da companhia da minha família, já que o tempo disponivel de cada um dos membros nem sempre dá para coordenar com o dos outros.
Um perfume ou uma peça de seda pura são definitivamente um luxo.
E esse sumo de romã, pelo tempo e pelo trabalho também é um luxo, mas um luxo delicioso.
Beijinhos
Moira

Fábrica de Letras disse...

Nós somos a Fábrica de Letras.
Estamos a iniciar um projecto de blogagens colectivas.
Pretendemos que os bloguers portugueses possam interagir e dar-se a conhecer.
No dia 1 de cada mês, a Fábrica de Letras lançará um tema. Para participar basta escrever um texto sobre o tema proposto e inscrever-se no link que estará à disposição no blog, no dia 15 de cada mês.
Podem ser usados textos,poemas, contos, fotos ou vídeos. Participa, divulga!

Tangerina disse...

Isabel, Para mim o luxo é ter tempo e viajar :)
Por falar nisso, ainda não houve fotos de Copenhaga porque tive um problema com a minha máquina e estou à espera que a amiga com quem fui me passe as dela.

Beijinhos,
Carlota

Claudia disse...

Isabel,

Concordo com você, luxo é um suco de romã feito em casa, com paciência e carinho. Ouro e marcas famosas são para os deslumbrados, ou melhor, os tolos...

Beijos,

C.